Selva de gafanhotos - Andrew Smith

outubro 26, 2015


Infelizmente, “Selva de Gafanhotos” não me conquistou. Comecei a leitura deste livro super empolgada já que eu tinha lido “Minha metade silenciosa” do mesmo autor e tinha me encantado com a história e a narrativa. Porém, neste livro não há nada que se assemelhe ao que eu esperava do Andrew Smith.

Selva de Gafanhotos é um livro estranho. E bota estranheza nisto! É um livro sobre tudo e definitivamente eu não estava no clima para ele. Eu passava várias partes me perguntando: o que diabos é isso que estou lendo? Mas ao mesmo tempo é um livro extremamente original e se você está procurando algo totalmente fora do padrão, ele é uma ótima pedida.


Austin, o protagonista, é um adolescente de Ealing, Iowa. Ele tem um melhor amigo gay, Robby, e uma namorada, Shann. Austin está obcecado por sexo e frequentemente fica com tesão. E quando eu digo frequentemente, eu quero dizer o tempo todo. Sério! Senti que foi uma palavra tão usada que começou a incomodar. Austin não foi um protagonista ruim, ele só estava um tanto confuso e as vezes era tão detalhista que beirava o desnecessário.

Algo que devo falar é sobre o ritmo do livro. Em geral eu não me importo quando leio histórias que se desenrolam de forma lenta e gradual. Mas, em Selva de gafanhotos, eu simplesmente tinha momentos em que não aguentava mais ler repetidamente sobre as consoantes dos nomes poloneses que foram alteradas pelos americanos. Sério, Austin tecia diversas divagações tediosas e irrelevantes. Andrew Smith pecou um pouco com o excesso de informação. Muita informação pode ser tão ruim quanto a falta dela.


Esquisito, único e ainda incrivelmente bem pensado, Selva de gafanhotos irá prender a atenção de muitas pessoas, mas, por favor, não vá com altas expectativas pois este livro não é para todos.

Informações:
Autor: Andrew Smith
Editora: Intrínseca
N° de páginas: 352
Adicione no Skoob!

Você também poderá gostar de:

0 comentários

Facebook

Twitter