A Playlist de Hayden - Michelle Falkoff

julho 26, 2015

A Playlist de Hayden foi um livro que, obviamente, me fez refletir e me tocou profundamente. Senti que o tema era relevante, já que em nossa sociedade é muito comum suicídio de adolescentes e amei a forma como a história foi contada.

Depois de perder seu melhor amigo, Sam é somente um fantasma vagando pelos corredores do colégio e ruas do bairro. Nada faz sentido, até mesmo ir a loja geek no shopping se torna um martírio. Ele não esconde a raiva que sente e a impotência diante da situação. O tempo todo ele se culpa, o que é bastante razoável e normal, mas ele também quer dar um fim a tudo isso e seguir em frente. Então, é aí que Sam torna tudo um mistério, ele precisa descobrir as entrelinhas que levaram Hayden a cometer este ato tão cruel e só assim ele poderá lidar com a perda. 

Assim como o protonista, nós também somos instigados a descobrir as razões de Hayden. Absorvemos cada detalhe e ficamos nos perguntando se determinada pessoa influenciou ou não tal ato. Através da playlist deixada por Hayden para Sam, vamos descobrindo mais sobre ambos os personagens, sobre seus medos e anseios, sonhos e pesadelos. Durante a "investigação" começam a aparecer o elenco que faz parte da vida desses garotos e parece que cada um tem algo importante a dizer sobre Hayden. Assim, enquanto Sam tenta escutar a voz Hayden, ele conhece outras vozes que o também o amaram.

Vi algumas pessoas comentando sobre as coincidências com As Vantagens de Ser Invisível e Os 13 Porquês, como ainda não li este último não posso comentar sobre, mas realmente Sam e Charlie possuem muito em comum. Ambos perderam seus melhores amigos e estão se sentindo desajustados e perdidos. Porém, no meu ponto de vista, a similaridade acaba por aqui.

Em A Playlist de Hayden, o romance não é um ponto muito explorado. Ele até acontece, talvez para que haja um toque de leveza na história. Porém, o que me incomodou um pouco foi justamente a forma como as coisas aconteceram, foi um tanto estranho e mal resolvido, ainda que eu tenha entendido as razões e toda a imprudência de Sam.

As músicas da playlist são incríveis. É claro que eu não gostei de algumas, mas devo admitir que elas casavam magicamente com o capítulo narrado. Sem sombra de dúvidas, a ideia da autora de colocar as músicas dão ao leitor a oportunidade de experimentar uma leitura mágica e intensa. Foi uma forma de aproximar o leitor da busca do Sam pela verdade.

Os personagens foram desenvolvidos com maestria. Como a narrativa é em primeira pessoa, o Sam é melhor explorado, mas conhecemos o necessário dos outros personagens também. Aliás, preciso destacar que Sam é um personagem brilhante, ele consegue nos mostrar exatamente o que ele está sentindo e como ele está lidando com sua própria dor.

Definitivamente eu recomendo a leitura deste livro a todos os leitores que estão em busca de algo instigante, embora esta também seja uma leitura um pouco deprimente.

Informações:
Autora: Michelle Falkoff
Editora: Novo Conceito
N° de páginas: 288
Adicione no Skoob!
Compre: Saraiva
Livro cedido para resenha!

Você também poderá gostar de:

1 comentários

  1. Eu tava super a fim de ler esse livro mas agora minha vontade meio que passou. Também vi comparações com as vantagens de ser invisível e isso me desanimou um pouco. Mas agora com sua recomendação até que me deu vontade de ler. Adoro livros que vem juntos de playlist e já vou lá conferir, haha.

    Ah, e a diagramação está lindinha. Gostei. ♥

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br/

    ResponderExcluir

Facebook

Twitter