El coleccionista #EntrevistaAJohnGreen

junho 22, 2015


Hey people!!! Como vocês estão? Eu estou sumida, eu sei! Mas, vocês precisam entender que a vida de universitária não é nada confortável </3. Porém, este post não tem nada a ver com a minha falta de tempo.

Hoje eu quero compartilhar com vocês a melhor entrevista com o John Green que eu já vi everrrrrrrrrrrrrrr!!!! Ok, ok, eu sei que muita gente não entende inglês e muito menos espanhol e é por isso que eu resolvi transcrever alguns dos melhores momentos da entrevista \o/. Então, aperta o play e conheça o melhor booktuber do universo (Sebas, y lov u <3) junto com um dos melhores autores da galáxia <3.


Transcrição:

Sebas: Você quer falar a intro?
JG: Claro!
Sebas: Sempre começo meus vídeos dizendo um oi para os telespectadores e os chamo de colecionistas
JG: Colecccioniiitttissstas?
Sebas: Exatamente.
JG: Olá colecionistas!!! ~~ Não fiz isso muito bem. Sinto muito!
Sebas: Está perfeito.
JG: Ohhh, obrigado!

Sebas: Hey, como você está? Bem vindo a um novo vídeo do blog de literatura " El coleccionistas de mundos". Hoje estou aqui com o John Green, que nem precisa ser apresentado já que todo mundo´já o conhece. Autor de A Culpa é das Estrelas, O Teorema Katherine, Quem é você, Alasca. ~~ Olá!
JG: Olá.
Sebas: Como você prefere ser apresentado? Como youtuber ou como escritor?
JG: Creio que o bom é que posso ser ambos: um youtuber e um escritor.
Sebas: Ok, deixarei o canal dele abaixo na caixa de descrição. ~~ É muito engraçado falar que deixarei seu canal abaixo na caixinha de descrição.
JG: Por favor, faça isso! ~~ Se inscrevam!
Sebas: Bom, comecemos com as perguntas. ~~ A primeira coisa que quero perguntar a John Green é: Como e quando você descobriu que queria ser escritor?
JG: Sempre quis ser escritor, desde criança, mas eu nunca pensei que fosse algo que você poderia fazer como uma profissão, entende? Sempre pensei que era algo como ser astronauta, não é algo que as pessoas comuns façam. E sempre tive um outro trabalho. Eu gosto de tê-lo e sigo nele. Faço os vídeos de "Crash Course" no youtube.
Sebas: Nós acompanhamos.
JG: Que bom!! Bom, eu continuo achando que ser um escritor é parte do que eu faço, mas continuo sentindo esquisito me chamar de escritor.
Sebas: Em quais projetos John Green está trabalhando? ~~ Você está escrevendo?
JG: Meu editor também me faz essa pergunta. Estou escrevendo. É muito difícil... Bom, em geral, escrever é algo que eu acho difícil, mesmo que não dê para comparar em nível de dificuldade com muitas outras profissões. Eu já trabalhei em um armazém é muito mais fácil que isto, mas desde que o filme A Culpa é das Estrelas saiu, aconteceu muitas coisas com os outros filmes e com o canal "Crash Course" e os outros canais em que nós trabalhamos que é bem difícil encontrar tempo suficiente para escrever, mas estou tentando. Prometo!
Sebas: Isto é a única coisa que importa!
JG: Obrigado, eu aprecio.
Sebas: Bom, creio que meus subscritores conhecem muito bem ao John Green escritor, mas também queremos conhecer um pouco mais sobre o JG "nerd".
JG: Claro!
Sebas: Então, nós vamos começar com umas perguntas rápidas. Vou dizer algumas coisas e você deve dizer a primeira palavras que te venha a mente.
JG:OK!
Sebas: Pronto?
JG: Sim!
Sebas: Ok, então John Green, qual é a sua comida favorita?
JG: Pizza.
Sebas: Sua cor favorita?
JG: Verde, é claro!
Sebas: Um filme:
JG: Ohh, há muitas boas....Cidades de Papel.
Sebas: Uma série?
JG: The Unbreakable Kimmy Schmidt.
Sebas: Um autor?
JG: Wow, há muitos autores que eu gosto, é difícil escolher....Toni Morrison!
Sebas: Um livro?
JG: As aventuras de Huckleberry Finn.... Não, Dom Quixote!!!
Sebas: O que você prefere: o dia ou a noite?
JG: Wow, o dia. Sou uma pessoa do dia. Eu gosto da luz.
Sebas: E o que você faria se, de repente, não pudesse mais escrever?
JG: Eu pesno muito nisto. Acredito que seguiria fazendo vídeos para o Youtube. Eu gosto do Youtube. Eu amo trabalhar na internet e eu amo poder fazer....Eu amo filmes, acredito que são ótimos, mas o que eu mais gosto no Youtube...
Sebas: Você devia dizer: eu morreria.
JG: Ohh, eu morreria. ~muitos risos~ Esta é de longe a melhor entrevista do dia.
Sebas: Qual é o seu maior medo?
JG: Meu Deus! Tenho muitos medos. Acredito que o meu maior medo seja o abandono. Uma vez... Posso te contar uma história?
Sebas: Ok!
JG: Uma vez eu estava em um encontro com uma garota, no começo do namoro, e ela disse "qual é o seu maior medo?". Eu pensei um pouco e disse "realmente o abandono me assusta. Me assusta pensar em ficar sozinho no mundo, que as pessoas que eu eu amo, como você, me deixem, que me considerem inadequado...e então eu lhe perguntei "qual é o seu maior medo?" e ela disse "cachorros".
Sebas: Cachorros?
JG: Sim, e eu comecei a explicar "isto não é justo, não sabia que estávamos falando deste tipo de medo, pensei que estávamos nos falando de....Ai Deus, de todos os modos, ela logo me deixou.
Sebas: E que tipo de características você aprecia em um amigo?
JG: Honestidade, Integridade e humor.
Sebas: E em um amor?
JG: Honestidade, Integridade e humor.
Sebas: E em um leitor?
JG: Ai Deus! Acredito que escolhemos como ler livros. Podemos escolher lê-los generosa e cuidadosamente. Ou podemos escolher lê-los ao contrário. Então, acredito que o quero de um leitor é a generosidade. ~~ É uma ótima pergunta!
Sebas: Bom, fizemos uma hashtag a noite e muitos fãs enviaram perguntas e escolhi esta: "Maar pergunta a JG: Como definiria seus leitores?" Como são?
JG: Eu acho que meus leitores são extraordinariamente amáveis, respeitosos e generosos. Acredito que leem meus livros de forma pensativa e cuidadosamente, e eles melhoram meus livros ao lê-los. E me sinto muito agradecido por eles.
Sebas: Ok, você deve dizer "são os melhores leitores".
JG: Claro! São os melhores leitores do mundo!
Sebas: Ok, perfeito! Assim não te matarão.
JG: ~risos~ Genial!!!
Sebas: Bom, uma das razões pelas quais eu adoro seus livros são as relações que encontro neles. A relação entre Colin e seu amigo Hassan, Hazel e Gus, Quentin e Margô. Estas relações, pra mim, são tão poderosas, tão incríveis, são tão reais que me fazem querer ser parte destas histórias. Então, agora vamos falar dos seus personagens.
JG: Okay!
Sebas: De todos os seus personagens. ~~ Vou dizer alguns de seus personagens e você me fala a primeira palavra. ~~ Peter Van Housten (A Culpa é das Estrelas).
JG: Tonto.
Sebas: Margo (Cidades de Papel)
JG: Aventura
Sebas: Colin (O Teorema Katherine)
JG: Epifania
Sebas: Augustus  (A Culpa é das Estrelas).
JG: Heroísmo
Sebas: Alasca (Quem é você, Alasca?)
JG: Tragedia
Sebas: Lindsay (O Teorema Katherine)
JG: Funcional
Sebas: Quando leio seus livros sempre penso a mesma coisa. Sinto como.."oh o amor é algo muito fácil", mas ao mesmo tempo eu penso "oh, o amor é algo muito complicado". Então, o que eu realmente quero saber é o que John Green pensa do amor. É fácil? Você acredita no amor, John Green?
JG: Eu acredito no amor. Mas acho que é algo complicado e também penso que o amor romântico não é o único tipo de amor que importa. Super valoramos o amor romântico e dizemos que só este amor é real, que é o único tipo de amor que necessitamos. E, para muitas pessoas esse é o tipo de amor que se necessita e é o tipo de amor que eu necessito, mas também necessito do amor de amigos e o amor de outros tipos de pessoas. Acredito no amor, mas acredito que o amor é difícil. Sinto dizer. O amor é um trabalho precioso.
Sebas: Bom, agora eu já me vou, mas não posso ir sem te fazer a última pergunta: Você acredita que a culpa é das nossas estrelas ou nós temos a culpa?
JG: Creio que a culpa está em ambos, em nossas estrelas e em nós mesmos, porque creio que há bastante culpa para repartir. ~~ Esta foi a entrevista mais divertida que já participei. Quero me inscrever no seu canal. Você pode começar a criar conteúdo em inglês para que eu possa entender? ~~~Risos.
Sebas: Muito obrigado por ver este vídeo. Foi um prazer estar aqui com John Green.
JG: Foi genial falar contigo.
Sebas: Repito, eu estou deixando abaixo o canal dele e procurem todos os seus livros porque são apaixonantes e bom, muito obrigado. ~~ Você gostaria de dizer a despedida?
JG: Sim, como eu a digo?
Sebas: Eu sempre me despeço falando uma fazer que é "larga vida a los libros"
JG: Larga vida a los libros.


Notas da Ana:

Bom gente, isto aqui ficou enorme, mas espero que desfrutem da entrevista tanto quanto eu desfrutei. O Sebastian é dos booktubers que acompanho a muito tempo e ver seu crescimento é maravilhoso. É um garoto com muito potencial e eu estou muito orgulhosa por ele.

Neste vídeo podemos ver um pouco mais do John Green, o seu jeitão descontraído, a forma como ele gostou do Sebas e se surpreendeu ao final quando soube que ele tem apenas 18 anos, foi tudo maravilhoso. Sebas é um nerdfighter e eu te convido a fazer parte desta comunidade também! Faça aquilo que você gosta de fazer e dê ao mundo um pouquinho da sua cor. Um big beijo e até a próxima!!!!


Você também poderá gostar de:

1 comentários

  1. Melhor autor, melhor pessoa, melhor entrevista, melhor tudo. <33333

    HAHAHAAHA

    ResponderExcluir

Facebook

Twitter