O Rei de Amarelo - Robert W. Chambers

junho 12, 2014

TÍTULO: O Rei de Amarelo
SÉRIE: -
Autor: Robert W. Chambers
EDITORA: Intrínseca
ANO: 2014
PÁGINAS: 256
ISBN: 9788580575132

Sinopse: 'O Rei de Amarelo' é uma coletânea de contos de terror fantástico publicada originalmente em 1895 e considerada um marco do gênero. Influenciou diversas gerações de escritores, de H. P. Lovecraft a Neil Gaiman, Stephen King e, mais recentemente, o escritor, produtor e roteirista Nic Pizzolatto, criador da série investigativa True Detective cujo mistério central faz referência ao obscuro Rei de Amarelo. O título da coletânea faz alusão a um livro dentro do livro - mais precisamente, a uma peça teatral fictícia - e a seu personagem central, uma figura sobrenatural cuja existência extrapola as páginas. A peça 'O Rei de Amarelo' é mencionada em quatro dos contos, mas pouco se conhece de seu conteúdo. É certo apenas que o texto, em dois atos, leva o leitor à loucura, condenando sua alma à perdição. Um risco a que alguns aceitam se submeter, dado o caráter único da obra, um misto irresistível de beleza e decadência. Esta edição reúne, além dos contos do Rei, seis outros que alternam entre o sobrenatural e a realidade, em épocas e geografias diferentes. A introdução e as notas do jornalista e escritor Carlos Orsi, ajudarão novos leitores a mergulhar na bem construída mitologia do autor.   (Skoob).
O Rei de Amarelo é uma leitura complexa e traz uma escrita um tanto rebuscada, porém flui muito bem. Cada conto merece uma atenção particular já que retratam histórias diferentes, as vezes com teor fantástico e outras vezes totalmente realista.

Este livro foi publicado em 1895 e contém dez contos sendo que quatro deles giram em torno de uma peça de teatro chamada O Rei de Amarelo. 

Durante a leitura deste quatro contos, Chambers nos mostra que após os personagens lerem esta peça eles experimentam uma sensação um tanto estranha que os leva a loucura. É como se a peça trouxesse à tona todas as verdades do universo e isso fosse totalmente perturbador.

Devo falar que estes contos exigem do leitor uma atenção especial, tendo em vista que não há uma explicação direta quanto ao desfecho para que possamos entender o que aconteceu. Acredito que isto possa se transformar em uma frustração, mas no meu caso fui levada à uma imensa curiosidade quanto ao conteúdo do livro amaldiçoado e isto me fez refletir quanto a trama desenvolvida.

Há também dois contos que não citam a peça, mas apresentam elementos fantásticos e uma ligação implícita com os outros contos. E, nos quatro últimos, Chambers nos insere em uma realidade completamente realista. São contos românticos envolvendo jovens boêmios, mas ao ler as notas do jornalista Carlos Orsi, percebemos que mesmo nestes contos há uma ligação com os contos que mencionam o Rei de Amarelo.

Dentro deste misto percebi que Chambers ousou ao criar estes contos inserindo neles alguns pontos que irão interferir diretamente na mente do leitor, como a possível deslocação de personagens para outros contos que retratam um contexto completamente diferente daquele onde ele foi apresentado. Estes detalhes me fizeram questionar o tempo todo, tanto o autor quanto o jornalista que editou as notas de rodapé e foi uma das coisas que mais gostei durante esta leitura, foi uma inquietação extremamente prazerosa.

Curiosidades: Chambers inspirou e influenciou grandes nomes da literatura, como H. P. Lovecraft, Neil Gaiman, Marion Zimmer Bradley, E. Raymond Chandler, que escreveu um conto policial intitulado “O Rei de Amarelo”, Terry Pratchett e Stephen King, entre outros. Além disto, a bem sucedida série da HBO, True Dectetive, que estreou em janeiro deste ano e foi recebida com ótimas críticas faz uma clara alusão à obra de Chambers, já que um dos personagens da trama denomina-se O Rei Amarelo.

*Livro cedido para resenha pela editora.

Você também poderá gostar de:

1 comentários

  1. Hummm terror...adoro um livro de mistério e terror hohoho!!!!
    Vou coloca-lo na minha lista, com certeza!!!
    Bjs Ana! =D

    Camilinha.

    ResponderExcluir

Facebook

Twitter