Divergente - Veronica Roth #EspecialDivergenteVEP

abril 16, 2014

Título: DIVERGENTE
SÉRIE: DIVERGENTE
AUTORA: VERONICA ROTH
Editora: ROCCO
ANO: 2012
PÁGINAS: 502
ISBN: 9788579801310

Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.
A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.   (Skoob).

A primeira coisa que devo dizer sobre este livro é que me apaixonei perdidamente. Este é um daqueles que você devora as páginas sem perceber. Ele simplesmente não nos deixa parar para respirar.
Nesta primeira parte da trilogia, conhecemos a Beatrice, "Tris", que nasceu na facção Abnegação e está apreensiva com o dia da escolha. Ela sente que não pertence completamente a esta facção, mas também não se sente totalmente desinteressada por seus propósitos.

Neste mundo, todos os adolescentes ao completarem 16 anos devem participar de um tipo de teste que irá determinar a qual facção eles devem pertencer. É nesta cerimônia que a história começa e somos levados ao teste, conhecemos um segredo e nos envolvemos com ele. Tris descobre que é divergente e que deve manter isto em segredo, mas ela nem ao menos sabe o que é ser divergente e o porquê de ter sido ela a "escolhida" para ser diferente dos demais. 

Então no dia da escolha, Tris dá a louca e simplesmente deixa a Abnegação e se muda paraaaaa? Rá, não vou falar para qual, pois você deve ler se quiser descobrir! Desta forma, o ponto central da história é descobrir o que significa ser divergente e os problemas que isto implica.

Nós somos inseridos em uma nova facção junto com a protagonista, passamos pelas provas da iniciação, enfrentamos inimigos, fazemos amigos e nos apaixonamos. Sim, estou falando no plural por que é impossível não se envolver e não sentir que se está lá junto com ela. Além disto, nós vamos descobrindo aos poucos o que é ser divergente e o perigo que isto traz aos portadores desta "anomalia", mas também descobrimos que a Tris pode não ser a única, outras pessoas podem estar escondendo este segredo.

Tenho que dizer que demorei para ler este livro, assim que vi uma resenha comprei ele e Insurgente e sei lá, acho que fiquei uns seis meses com ele parado na estante e as vezes me arrependo bastante porque esta série é genial e eu amei demais. 

Tris é uma garota extremamente forte e inteligente. Ela sabe tomar decisões e agir como protagonista, o que pode parecer besteira, mas faz grande diferença. Mesmo ela não sendo forte fisicamente, já que ela é pequena e até mesmo aparenta ser mais nova, e mesmo tendo nascido na abnegação e não sabendo como se portar em uma briga, Tris demonstra que não é vulnerável e nem um pouco frágil.

No todo, o desenvolvimento dos personagens é impecável. Cada um deles foi construído com suas particularidades e a autora se preocupou do começo ao fim em mantê-los dentro de uma direção. É incrível como você consegue entender as atitudes deles tendo como base o passado e o presente, não estou dizendo que não há mudanças nas personalidades deles, só estou dizendo que há coerência nestas transformações e é extremamente delicado a forma como estas acontecem e como nos são apresentadas.

Bom, como estamos no primeiro livro de uma trilogia, não temos muitas explicações sobre este mundo, mas também não isto não é ignorado. Divergente tem esta particularidade em ser rápido no desenvolvimento de seu enredo, não há muita enrolação aqui e por isso mesmo que falei lá no começo que você o devora rapidamente.

Então, se você ainda não leu: corra e comece agora mesmo. Tenho certeza que você se apaixonará por esta série e principalmente pela maravilhosa e ágil escrita da autora.

Aproveite, divirta-se e até mais!

Você também poderá gostar de:

2 comentários

  1. Também sou apaixonada por essa trilogia!!! o/
    Por enquanto eu só tenho o último livro (Convergente) pois os 2 primeiros eu li em pdf no pc. Mas quando me sobrar uma graninha e/ou rolar uma daquelas promoções imperdíveis da submarino eu compro os 2 primeiros volumes! hehehe
    Pois bem, acho que a Ana foi bem clara quanto ao potencial da obra.
    Realmente, a história é fantástica por ser bem elaborada e estruturada, com personagens fortes e marcantes em que vc realmente se identifica imaginando-os, como pessoas reais de carne osso. Eu chorei horrores em alguns momentos, principalmente no fim (e também não vou falar o porque pra não dar spoiler), mas nem por causa disso eu me "revoltei" como alguns fãs pelo mundo fizeram, chegando a insultar a autora e tals...não cometam esse erro! Mesmo que o desfecho de um livro não lhe agrade, vc deve procurar avaliar a história como um todo e ser fã pelo o que ela representa e não só porque o seu herói é lindo e se deu bem no final. (minha opinião, tá gente? Por favor, não me batam! >.<)
    Mas enfim eu acho essa uma série fantástica e super recomendo!!! ^^
    Quem não leu, corra ler e vem nos falar o que achou depois! =D
    Bjs!!! ^^

    Camilinha.

    ResponderExcluir
  2. Divergente <3 Eu estou desesperada pra achar alguém pra ir no cinema comigo, preciso muuito ver esse filme *uu*
    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir

Facebook

Twitter