Canciones Para Paula (Canções Para Paula) - Blue Jeans

março 29, 2014

Título: Canciones Para Paula
SÉRIE: Canciones Para Paula
AUTOR: Blue Jeans
Editora: Everest (No Br: Rai Editora)
ANO: 2012
PÁGINAS: 678
ISBN: 9788444145181

Sinopse: Paula arranca suspiros de todos os garotos a sua volta. A garota conhece pela internet Ángel, um jornalista encantador de 22 anos e depois de conversarem por algum tempo decidem finalmente marcar um encontro. Ángel não consegue sair do trabalho a tempo e se atrasa para o grande dia. Paula, iludida, fica com poucas esperanças. O que ela não imagina é que uma simples cafeteria, próxima de onde está, irá lhe render fortes emoções em alguns instantes. Ao entrar no local, a garota decide sentar-se perto de um atraente garoto que descobre ser um misterioso escritor chamado Alex. Por coincidência, eles estão lendo o mesmo livro. A conversa é breve, mas a conexão e a química entre eles são impressionantes! Para completar, Mario, seu amigo de infância e irmão de sua melhor amiga, se diz perdidamente apaixonado por ela. Paula se vê diante de um triângulo amoroso e percebe que as coisas vão ficar ainda mais complicadas quando algumas garotas aparecem para embaraçar mais essa história. Amor, desamor, encontros, mentiras, amizade, música, confusões... Há de tudo um pouco nessa divertida história romântica que fará você perder o sono!   (Skoob).

Sabe quando você vai com muita sede ao pote e acaba se decepcionando? Acho que foi exatamente isto que aconteceu quando embarquei nesta leitura, eu esperava demais e isso foi uma pena.


No todo, para mim, este foi um livro ruim. Está até bem escrito, é verdade, mas a trama em si é fraquíssima, os personagens são rasos e sentimentais demais. Chega a ser um pouco sem sentido. 

Eu até entendo o sucesso que este livro fez, principalmente na Espanha, já que muitas meninas sonham em viver uma história assim, mas infelizmente aquilo tudo foi muito surreal pra mim. Enfim, vamos em partes!

A premissa é bem clichê. Uma garota popular que tem aos seus pés três garotos, dois deles mais velho que ela e belíssimos, claro. Paula ama um deles já de cara, mas depois de conhecer o outro ela também começa a sentir algo diferente, isto a confunde muito e ela não sabe o que fazer. E o terceiro? Este é um garoto da mesma sala que ela no colégio e ele é totalmente ignorado. Sim, o livro inteiro gira em torno desta bagunça no coração da protagonista!

Mas, o que mais me incomodou mesmo foram os personagens, nenhum deles me cativou. Não são nada reais, são pessoas idealizadas e perfeitas em todos os sentidos. Paula é muito bonita, se veste invejosamente bem, é a garota popular que nem procurou esta popularidade, tem um belo corpo e ainda é inteligente. E é claro que ela não é a única, todas as suas amigas são iguais, ou seja, todas são perfeitas, mas não melhores que Paula, claro!

E seus pretendes? Álex e Ángel são igualmente belíssimos. Altos, super em forma, com seus sorrisos preciosos, lindos olhos, simpáticos, alegres, divertidos e românicos ao extremo, ou seja, bem perfeitos. A grande diferença entre os dois é a profissão mesmo, um é escritor e o outro jornalista.

Toda esta perfeição me irritou profundamente. Não que eu queira problemas e mais problemas na vida dos personagens, afinal nossa vida já é bem recheada e os livros são, em alguns casos, um refúgio. Mas, eu gostaria de ver personagens mais próximos da minha realidade em um livro onde a trama principal se desenrola em um ambiente bem comum. 

A perfeição dos personagens não acolhe somente os principais, os personagens secundários também, em sua maioria, são narrados com esta perfeição surreal. Irene, irmã de criação de Alex tem um corpo exuberante e o usa para conseguir tudo o que quer. Katia, é uma cantora super famosa, linda, estilosa e ainda assim, se humilha para conseguir Ángel. Pelo que me lembre o único que é descrito como alguém mais normal é Mario, o garoto que é "desprezado" por Paula. Ela o descreve como um garoto não tão bonito, mas que tem um algo a mais.

Enfim, chega de falar destas belezas exuberantes porque isto não é tudo. Sim, tinha algo que me cansava ainda mais em Canções Para Paula. O autor decidiu escrever um livro enorme onde tudo acontece em uma semana e para preencher as páginas, resolveu repetir todas as cenas no ponto de vista de cada personagem. Você consegue imaginar o quão lenta a leitura se torna desta forma?

Definitivamente, Canções Para Paula não funcionou para mim, mas isso não significa que você não vá gostar. Então, se você está em busca de uma história doce com uma cara de conto de fadas e sem um propósito final, embarque nesta aventura e boa sorte!

Aproveite, divirta-se e até mais!

Você também poderá gostar de:

0 comentários

Facebook

Twitter